15 formas mais comuns de fazer a antecipação de recebíveis para empresas

Antecipação de recebíveis.
Antecipação de recebíveis.

A antecipação de recebíveis evoluiu com o avanço da tecnologia, com o surgimento de plataformas de financiamento colaborativo e tecnologias financeiras (fintechs).

O processo de antecipação de recebíveis se tornou mais acessível e eficiente para empresas de todos os tamanhos.

Antes, a antecipação de recebíveis era geralmente realizada por meio de instituições financeiras tradicionais, como bancos e envolvia processos burocráticos e demorados. 

Agora as empresas podem antecipar seus recebíveis de forma mais rápida, transparente e com taxas mais competitivas.

Além de existir a oportunidade de ter ofertas de antecipação com diversas instituições financeiras ao mesmo tempo, que permite que a avaliação seja mais precisa e personalizada.

Para saber mais detalhes sobre a antecipação de recebíveis e as 15 formas de adiantar, leia esse artigo até o final.

Leia também sobre: Crédito para empresas: como conseguir +100 análises de crédito com instituições financeiras confiáveis

Antecipação de recebíveis: o que é? 

A antecipação de recebíveis é um tipo de financiamento em que uma empresa antecipa o recebimento de valores que teria a receber no futuro. 

Isso geralmente ocorre através da venda de faturas ou duplicatas a uma instituição financeira, ou a uma empresa especializada em antecipação de recebíveis.

Mas existem outras formas que também é possível adiantar dependendo da instituição financeira.

Por exemplo, se uma empresa tem vendas a prazo e espera receber pagamentos de clientes nos próximos meses, ela pode optar por antecipar esses pagamentos vendendo as faturas correspondentes a uma empresa de antecipação de recebíveis. 

Em troca, a empresa recebe uma porcentagem do valor total das faturas adiantadas, descontando uma taxa de juros ou taxa de serviço.

Essa prática é comum em diversos setores, especialmente em negócios onde há um período entre a venda de um produto ou serviço e o recebimento do pagamento. 

Antecipação de recebíveis: como funciona? 

A antecipação de recebíveis funciona da seguinte forma: 

A empresa inicia o processo de antecipação de recebíveis identificando as faturas ou recebíveis a serem adiantados. 

Como a seleção de faturas de vendas a prazo ou outros recebíveis pendentes, faturas com prazos de pagamento estipulados, com 30, 60 ou 90 dias.

Posteriormente, a empresa entra em contato com um fornecedor de antecipação de recebíveis, que pode ser uma instituição financeira ou uma empresa especializada nesse serviço. 

Durante essa etapa, são negociados os termos do adiantamento, incluindo a taxa de desconto, que representa a porcentagem do valor total da fatura retida pelo fornecedor do serviço.

Uma vez acordados os termos, o fornecedor de antecipação de recebíveis pode solicitar informações adicionais sobre as faturas e os clientes relacionados, e conduzir a análise de crédito para avaliar o risco envolvido na antecipação dos recebíveis.

Com os detalhes do adiantamento definidos, ambas as partes assinam um contrato que estabelece os termos acordados, incluindo taxas, prazos e responsabilidades. 

Em seguida, a empresa transfere os direitos das faturas ou recebíveis para o fornecedor de antecipação de recebíveis, em troca de um adiantamento de fundos, geralmente uma porcentagem do valor total das faturas menos a taxa de desconto.

À medida que as faturas vencidas são pagas pelos clientes, os pagamentos são direcionados para o fornecedor de antecipação de recebíveis até que o valor do adiantamento mais as taxas acordadas sejam totalmente pagos. 

Finalmente, uma vez que todos os recebíveis antecipados tenham sido liquidados pelos clientes, o adiantamento é considerado encerrado e o contrato chega ao fim.

Para onde a empresa pode direcionar a antecipação de recebíveis? 

A antecipação de recebíveis pode ser direcionada de diversas maneiras, dependendo das necessidades e estratégias financeiras da empresa. 

Essas são algumas opções comuns de alocação desse capital:

  • Capital de giro: financiar o capital de giro da empresa, como despesas operacionais, diárias, pagamento de fornecedores, salários e outras despesas correntes. Isso garante que a empresa tenha liquidez para operar sem interrupções.
  • Expansão e investimento: como investimentos em expansão do negócio, como aquisição de equipamentos, abertura de novas filiais, lançamento de novos produtos ou investimentos em marketing para aumentar a base de clientes.
  • Pagamento de dívidas ou obrigações financeiras: usar os recursos para liquidar dívidas existentes ou pagar obrigações financeiras pendentes, isso ajuda a melhorar a posição financeira e reduzir os custos com juros no longo prazo.
  • Despesas de curto prazo: em situações emergenciais ou imprevistas, como reparos urgentes, crises de liquidez ou outras despesas inesperadas, o valor da antecipação de recebíveis pode ser usado para cobrir as despesas imediatas.
  • Fundo de reserva: parte do valor obtido pode ser reservado como um fundo de reserva para contingências ou para enfrentar períodos de baixa liquidez no futuro, garantindo que a empresa tenha reserva de capital para lidar com situações adversas.
  • Investimentos em melhorias operacionais: os recursos podem ser direcionados para melhorias operacionais, como implementação de novos sistemas de gestão, treinamento de funcionários, atualização de tecnologia ou outras iniciativas que visem aumentar a eficiência e a produtividade da empresa.

Essas são apenas algumas das maneiras pelas quais o valor da antecipação de recebíveis pode ser direcionado pela empresa.

A decisão sobre como usar esses fundos geralmente depende das prioridades e objetivos específicos da empresa no momento em que está passando.

15 formas de fazer a antecipação de recebíveis

Essa é uma lista de alguns tipos de pagamentos futuros que podem ser antecipados:

  1. Faturas de vendas: faturas ou notas fiscais emitidas para vendas de produtos ou serviços a prazo podem ser antecipadas.
  2. Pagamentos de clientes: pagamentos futuros de clientes por serviços prestados ou produtos entregues.
  3. Duplicatas: documentos comerciais que representam a obrigação de pagamento de um cliente.
  4. Contratos de financiamento: pagamentos futuros de empréstimos ou financiamentos podem ser antecipados.
  5. Recebíveis de cartão de crédito: empresas que aceitam pagamentos com cartão de crédito podem antecipar os pagamentos futuros das transações de cartão de crédito.
  6. Aluguéis: aluguéis de imóveis comerciais podem ser antecipados, fornecendo fluxo de caixa adicional para o locador.
  7. Pagamentos de seguros: pagamentos de apólices de seguros ou de reembolsos de sinistros.
  8. Pagamentos de contratos governamentais: contratos com entidades governamentais podem antecipar os pagamentos futuros relacionados a esses contratos.
  9. Pagamentos de prestações: parcelas futuras de empréstimos pessoais, financiamentos de veículos ou financiamentos de bens duráveis.
  10. Pagamentos de leasing: parcelas futuras de contratos de leasing ou arrendamento financeiro podem ser antecipadas.
  11. Rendas: futuros de aluguéis de equipamentos ou bens móveis podem ser antecipados para receber o valor total do aluguel de uma só vez.
  12. Pagamentos de contratos de fornecimento: contratos de fornecimento de bens ou serviços podem antecipar os pagamentos futuros relacionados a esses contratos.
  13. Pagamentos de royalties: autores, artistas, inventores e detentores de propriedade intelectual podem antecipar os pagamentos futuros de royalties decorrentes de suas criações ou invenções.
  14. Reembolsos de impostos: empresas que esperam receber reembolsos de impostos podem antecipar esses pagamentos futuros, recebendo os fundos antes do tempo previsto.
  15. Pagamentos de pensões: pensões ou aposentadorias podem ser antecipados para receber os fundos de uma só vez.

Importante salientar que a decisão sobre qual pagamento futuro pode ser adiantado geralmente é tomada pela empresa que oferece o serviço de antecipação de recebíveis. 

Então, precisa entrar em negociação com a instituição financeira que tenha a oportunidade de antecipar o pagamento que a empresa tem para receber.

Leia também sobre: Passo a passo de como passar na análise de crédito para empresa

Em resumo, o artigo tratou sobre o processo de antecipação de recebíveis, método utilizado por empresas para obter acesso antecipado a fundos provenientes de pagamentos futuros. 

Esse processo funciona, desde a identificação das faturas ou recebíveis a serem antecipados até a negociação com fornecedores de serviços especializados. 

Foi visto também os tipos de pagamentos futuros que podem ser antecipados e os critérios que influenciam a decisão sobre quais pagamentos podem ser adiantados. 

Para finalizar, a antecipação de recebíveis é uma estratégia valiosa para empresas que buscam gerenciar fluxo de caixa, financiar crescimento e mitigar riscos financeiros.

Se você gostou desse artigo compartilhe com seus amigos nas suas redes sociais.


WhatsApp
Telegram
Email
Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados

Data
21
06
24

A captação de recursos financeiros é uma etapa crucial para o crescimento e desenvolvimento de qualquer empresa.  Escolher um escritório […]

Data
12
06
24

Empresários que possuem veículos podem encontrar no empréstimo com garantia de veículo uma excelente alternativa para obter crédito e impulsionar […]

Data
07
06
24

Se você é dono de uma empresa, seja de pequeno, médio ou grande porte, sabe que a gestão financeira é […]